PIBMilionarios.com

 

 
 
 

 

  Israel

  Historia de Israel

 

Judéia: Terra de Conflitos


 

Israel: 54 anos de guerras e vitórias


 

Conheça o Estado
de Israel


 

História dos conflitos no Oriente Médio


  Curiosidades

 

Teste seus conhecimentos

 

  Conflitos religiosos
   
 

Atualmente, cerca de 80% dos conflitos armados que existem por todo mundo são decorrentes de questões religiosas. Qual a finalidade disso tudo? Clique e descubra!!!

 
   

Foto ilustrativa

 

Neste ano, o dia 14 de Nissan, véspera de Pessach, cai no dia 16 de abril, quarta-feira.
 O primeiro Seder será realizado após o pôr-do-sol.

 

Bedicat Chametz
 busca do chametz
 A procura do chametz é feita na terça-feira 15 de abril, depois do pôr-do-sol (depois da oração de Arvit), em todos os locais onde porventura tenha sido introduzido chametz durante o ano. Antes de fazer a vistoria deve-se guardar, num único lugar, o chametz necessário para o café da manhã do dia seguinte, até às 9:30hs.
 Antes de iniciar o Bedicat Chametz, recita-se a bênção Al Biur Chametz, e depois da verificação, declara-se a sua anulação através do trecho Cal Chamirá.
 
 Shetar harshaá
 venda do chametz
 A Shetar harshaá (venda do chametz) é praticada pelo rabino até dia 16 às 9:00hs. Tradicionalmente, após guardar o chametz num quarto fechado ou num congelador trancado, é dada autorização ao rabino para a venda do nosso chametz. Assim o chametz deixa de pertencer ao judeu.
 
 Biyur chametz
 queima do chametz
 Todo o chametz é queimado na quarta-feira, 16 de abril, até às 10h30m. Logo após a queima do chametz, fala-se o trecho Cal Chamirá.
 
 Jejum dos primogênitos
 Este jejum é realizado na véspera de Pessach, porém costuma-se participar de um término de tratado Talmud para isentar-se dele.
 
 Na véspera do Seder
 Na quarta-feira, a cozinha deverá estar devidamente “casherizada”, deixando-se apenas o necessário para o café-da-manhã chametz, consumido até às 09h30m.
 
 Na véspera de Pessach não se pode consumir matzá antes do Seder.
 
 À véspera de Pessach, é permitido comer matzá ashirá (matzá de ovo). A matzá shemurá é usada nas duas noites do Seder. Alguns a usam durante toda a festa.
 
 Preparação da mesa
 
 No Seder, prepara-se a mesa da seguinte forma: no centro de uma bandeja colocam-se três matzot, que representam os três grupos de judeus: Cohanim, Leviim e Israel. Ao lado dessas matzot, colocam-se os seguintes símbolos:
 
 Zeroá
 Pedaço de osso do cordeiro ou ovelha, que se coloca na parte superior, à direita da bandeja. Este osso simboliza o poder com que Deus nos tirou do Egito e o cordeiro nos lembra o cordeiro pascal, sacrificado no Templo.
 
 Betsá
 Ovo cozido, colocado na parte superior à esquerda da bandeja, simboliza uma lembrança do sacrifício que se oferecia em cada festividade.
 
 Marór
 Erva amarga, colocada no centro da bandeja, simboliza o sofrimento dos judeus escravos no Egito. Usa-se escarola, verdura mais amarga que alface.
 
 Charósset
 Mistura de nozes, amêndoas, tâmaras, canela e vinho. Colocada na parte inferior à direita da bandeja, representa a argamassa com a qual os judeus trabalhavam na construção das edificações do faraó.
 
 Karpás
 O salsão, colocado embaixo, à esquerda. Essa verdura, molhada em vinagre ou água salgada, serve para dar o “sabor” do Êxodo. Lembra o hissopo (Ezov) com o qual os israelitas aspergiram um pouco de sangue nos batentes de suas casas, antes da praga dos primogênitos.
 
 Chazéret
 Escarola. Coloca-se sob o Marór.
 
 Além disso, colocam-se na mesa:
 
 Um recipiente com água salgada, em que se mergulham as verduras. Lembra o mar.
 
 A taça para cada um dos presentes. O conteúdo mínimo de cada taça é de 86ml (valor numérico de Kos = copo).

 

Próxima Página >>


Copyright © 2001-2002 Igreja Batista em Milionários - All rights reserved-