1

Pastor Adiel Santana Santos 

        

Tema: Sete Tempos se Passaram... 

Texto: Daniel 4: 23

“E quanto ao que viu o rei, um vigia, um santo, que descia do céu, e que dizia: Cortai a árvore, e destruí-a; contudo deixai na terra o tronco com as suas raízes, numa cinta de ferro e bronze, no meio da tenra relva do campo, e seja a sua porção com os animais do campo, até que passem sobre ele sete tempos.” - Dan. 4: 23.

Esta é uma das histórias mais fascinante e intrigante da Bíblia. Uma história misteriosa e inimaginável que a Bíblia nos conta.
A história de Nabucodonozor; rei da Babilônia.

A história desde homem nos deixa perplexos, sem fôlego e boquiabertos e, perguntamos: Como pode o coração de um homem se tornar coração de animal?
Nabucodonozor era o rei da Babilônia, poderoso, dominava o império da época; construiu uma cidade extraordinária, exuberante e cheia de pompa, ali ele ergueu para honrar a rainha, uma das sete maravilhas do mundo – Os jardins suspensos da Babilônia, sustentados por várias fileiras de arcos, e neles estavam plantadas árvores e flores.

A cidade era cercada por um muro duplo de quase cem metros de altura, e a sua extensão de 96kms, e em cima deles dois carros puxados por dois cavalos cada um e podiam andar lado a lado.
A cidade era quadrangular e havia 25 portões de cobre de acesso a cidade capital do império da Babilônia.
Ficava a 88 kms ao sul da atual e moderna Bagdá - no Iraque, as margens do rio Eufrates, e já existe hoje um projeto para se construir a Nova Babilônia.
Havia muitos templos e o mais famoso era o grande templo dedicado a Bel ou Marduque, principal deus dos babilônios, segundo o historiador Halley – “continha uma imagem de Bel, de ouro, e uma mesa de ouro, que juntos pesavam 22.500 quilos.
Havia imagens de ouro de Bel e Istar, dois leões de ouro e uma figura humana, de ouro maciço de seis metros de altura”, era tudo suntuoso e glorioso, a ponto do profeta Isaias dizer: “Babilônia, a glória dos reinos, o esplendor e orgulho dos caldeus.”


Seu pai Nabopolassar em 625 a.C. fundou o império e governou durante 21 anos, mas, foi Nabucodonozor que consolidou o império babilônico vencendo o maioral e a maior força da época: O Egito e seu Faraó Neco, no ano 605 a.C. Nabucodonozor era magnífico, tinha uma liderança notável e levou a Babilônia no auge de seu poder e glória, que na visão de Daniel foi chamado de “a cabeça de ouro”, a tal ponto, do profeta Daniel dele dizer: “Tu, ó rei, és o rei dos reis, a quem Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força e a glória; e em cuja mão ele entregou os filhos dos homens, onde quer que habitem, os animais do campo e as aves do céu, e te fez reinar sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.” – Dan. 2: 37 – 38.
E quem era Daniel? Um dos nobres jovens da corte de Judá que fora levado cativo pelo poderoso e cruel Nabucodonozor por causa da rebelião do rei Zedequias, que levado perante o monarca da Babilônia, recebeu a sentença: A seus filhos mataram perante os seus próprios olhos, depois, furaram os olhos de Zedequias e Judá deixou de existir, se tornando simplesmente uma província empobrecida, queimada e destruída. Os judeus que lá ficaram nada tinham.
Setenta anos foram o tempo deste cativeiro dos judeus na Babilônia. Para lá foram levados Daniel e seus amigos Hananias, Misael e Azarias.

Daniel significa “Deus é meu juiz”, e foi mudado para Beltessazar, que quer dizer: “Bel proteja o rei.”
Bel era um dos deuses da Babilônia.
Hananias significa: “Misericordioso é Jeová”, e passou a ser chamado Sadraque que quer dizer: “Iluminado pela deusa do sol”.
Misael significa: “Quem é como Deus?” E foi mudado para Mesaque, que quer dizer: “Quem é como Vênus?”
Azarias significa: “Jeová ajuda”, e foi mudado para Abednego que quer dizer: “servo de Nego”.
Nego era um dos ídolos babilônicos.
Os caldeus mudaram seus nomes, mas, não puderam mudar seus corações. Os corações deles era de Jeová!
Nada poderá mudar o coração da gente: somos apaixonados por Jesus Cristo, e a Ele entregamos nossas vidas, nossos corações, e assim fomos feitos filhos do Deus Altíssimo. Só o Senhor é Deus!!!


Agora, o Cabeça de Ouro, tem um sonho que ninguém consegue interpretar, que lhe perturba a alma, tira-lhe o sono e a paz, rouba-lhe os pensamentos e lhe inquieta o espírito. Durante 42 anos governou este vasto e poderoso império e, agora, confuso se vê preso pelas imagens que lhe subiram a mente. São imagens perturbadoras, inquietantes até mesmo para um monarca tão forte, tão notável, porém, cruel, sem piedade alguma para com os inimigos. E por ninguém; nenhum dos sábios, dos magos, dos seus adivinhos, ainda, que eles mesmo dissessem: “A coisa que o rei quer é muito difícil, e ninguém há que possa declarar senão os deuses, cuja morada não é com a carne mortal.” Este é o nosso Deus!!!

O nosso Deus é maior do que todos. Não habita em templos feitos por mãos humanas, não é carne mortal como eu e você, a morte não pode prendê-lo - ressuscitou ao terceiro dia. A enfermidade não pode pega-lo – Ele é Deus. Os homens não puderam detê-lo, a todos Ele é o Senhor. Nem mesmo o diabo pode com Ele, pois Ele é o Soberano dos soberanos, o Senhor dos senhores, o Rei dos reis, magnífico e tremendo, glorioso e poderoso, grandioso é Jesus Cristo – Ele vive para sempre! Dê brados de jubilo a Ele, dê um salto de alegria, e um aplauso bem forte e em pé para honrar o seu Deus, o seu Pai Eterno, seu Senhor e Salvador – Aleluia!

Então Nabucodonozor irado mandou matar todos os sábios, os magos, os adivinhos do reino e Arioque o capitão da guarda saiu para executar a ordem, a que interrompeu Daniel e lhe perguntou: “Por que este decreto do rei é tão urgente? Não mates os sábios da Babilônia me coloque diante do rei e o meu Deus, o Deus do céu, quem revela todos os mistérios me fará saber o sonho e a sua interpretação.”
E assim debaixo de uma revelação tremenda e de uma unção sobrenatural, Daniel esteve atônito, perplexo, embasbacado, que o rei Nabucodonozor descreve: “Tive um sonho que muito me espantou, estando eu na minha cama, os pensamentos e visões da minha cabeça que muito me perturbaram, era assim:
“Vi uma árvore de grande altura no meio da terra, e grande era a sua altura, crescia a árvore, e se fazia forte, de maneira que chegava até o céu, e era vista até os confins da terra. Havia nela sustento para todos; homens, mulheres, animais e as aves no céu.

A sua folhagem era formosa, seu fruto era abundante, sombra para todos os animais do campo e as aves no céu faziam seus ninhos entre seus ramos.”
Eu via isso nas visões da minha cabeça, estando eu na minha cama; olhava, e eis que um vigia, um santo, descia do céu e clamou em alta voz, dizendo: “Derrubai a árvore e cortai-lhe os ramos, sacudi as suas folhas e espalhai seu fruto, afugentem todos animais e as aves do céu. Contudo deixai o tronco com as suas raízes, numa cinta de ferro e bronze, no meio da relva do campo; e seja molhado do orvalho do céu, e seja a sua porção com os animais com a erva da terra.”


“Seja mudada a sua mente, para que não seja mais de homem, e lhe seja dada mente de animal; e passem sobre ele sete tempos. Esta é a sentença dos vigias, e por mandato dos santos; a fim, de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer, e até o mais humilde dos homens constitui maioral sobre eles.” Este é o sonho que sonhei, eu, Nabucodonozor, dê-me a interpretação, porquanto todos os sábios do meu reino não puderam, mas, tu, ó Daniel, eu sei que tu podes, pois, há em ti o espírito dos deuses santos.” Glória a Deus!!! Aleluia!!!
Nós podemos os que os outros não podem. Nós temos o que os outros não tem. Você é crente, você tem o poder do Espírito Santo dentro de você; o poder da revelação, o poder dos sonhos, o poder de uma visão gloriosa, que determina a autoridade e o governo, a multiplicação e a conquista, que determina a sua posição no reino de Deus.

A sua posição no reino de Deus é de cabeça e não de cauda – “Sendo Deus rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, ... Pela graça sois salvos... E Ele nos fará assentar nas regiões celestiais em Cristo Jesus para mostrar aos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” - Ef. 2: 4 – 8. Aleluia!!!

É vibrante; tamanha a declaração do apostolo Paulo: “O Senhor nos fará assentar nas regiões celestiais” e o que disse Yeshua em Apocalipse “Ao que vencer, Eu o farei que se assente comigo no meu trono.” - Vibre na presença de Jesus! Há um trono de glória para você! Amém!
Então Daniel dá a interpretação do sonho e como ele não é bobo, começou dizendo:
“Ó rei, que seja o sonho para os que te odeiam e a interpretação para os teus inimigos.
A árvore do meio da terra, cujas folhagens eram formosas, o fruto abundante e havia sombra para todos, és tu, ó rei que cresceste de tal maneira e o teu domínio até a extremidade da terra. E quanto ao vigia, um santo que viste, ....


Esta é a interpretação: “O decreto do Altíssimo é vindo sobre tua vida, ó rei, por causa de teu orgulho, de tua soberba e de teus pecados; eis que serás expulso do meio dos homens, e a tua morada será com os animais do campo, e assim te farão comer erva como os bois, e serás molhado do orvalho do céu, e passar-se-ão sete tempos por cima de ti, até que reconheças que Deus, o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, a todos Ele é o Senhor e Soberano, e quanto ao que foi dito, deixe o tronco com as raízes da árvore, é que o teu reino voltará a ti, depois que tiveres conhecido que o céu reina.” – Esta era a profecia que vinha sobre o rei da Babilônia, era o decreto de Deus na vida de Nabucodonozor. E para isto acontecer, se passou um tempo, um ano.

Então Nabucodonozor cheio de orgulho, movido por tamanha soberba e glória, desprovido de justiça, de humildade e misericórdia, disparou louvores a si mesmo, quando passeava em seu palácio real dizendo: “Não é esta a grande Babilônia, que eu edifiquei pela força do meu poder, e para a glória da minha majestade?”
A Bíblia diz que a palavra ainda estava na boca de Nabucodonozor, quando saiu uma voz do céu, um decreto se passou pela boca de um anjo:
“A ti se diz, ó rei Nabucodonozor: Passou de ti o reino e a sua morada serás com os animais, eis, que tu és expulso do meio dos homens, até ....

Que passe sete tempos sobre ti e reconheças que o Altíssimo reina.”
Na mesma hora a palavra se cumpriu: “Seu corpo foi molhado pelo orvalho do céu, comia erva com os bois. Cresceu o cabelo como as penas da águia, e as unhas como as das aves.” Aquele homem virou bicho!
Deus não brinca com a Sua Palavra.
A Bíblia diz que de Deus não se zomba.
A Bíblia diz que Deus abate os orgulhosos e resiste aos soberbos, mas, os humildes diante dEle acha graça. A Bíblia diz que Deus não divide Sua glória com ninguém. A glória não foi feita para o homem, a glória foi feita para Deus. O homem não suporta nenhum tipo de glória quando ela cai sobre um homem, ela o despedaça, ela o esmaga... Veja Michael Jackson, Bridget Spears e Elves, por exemplo, sem falar, em Faraó e Herodes que morreu comido por bichos, quando o povo gritava: é voz de Deus e não de homem. A Bíblia diz que no mesmo instante um anjo o feriu, porque não deu glória a Deus.


Sete tempos se passaram ... Sete anos se foram, até que Nabucodonozor se lembrou de Deus e O exaltou como único Soberano, glorificou ao que vive para sempre, o seu domínio é um domínio eterno, a sua vontade Ele opera no exército do céu e entre os moradores da terra, e não há quem possa deter a sua mão e perguntar-lhe: Que fazes?
Então ali Nabucodonozor, rei da Babilônia se rende a Deus. E aos povos, línguas e nações, que moram em toda terra, ele diz: “Paz seja multiplicada! Quão grandes são os seus sinais, e quão poderosas as suas maravilhas!”

No momento exato da adoração, Nabucodonozor descreve: “Voltou a mim, o meu entendimento e me buscaram os meus grandes, meus conselheiros, meus generais e de novo fui colocado no trono, e agora eu, Nabucodonozor, louvo, exalto e glorifico ao Rei do céu, porque todas as suas obras são retas, e os seus caminhos justos, e Ele humilha a quem anda na soberba.”
Vejo que Nabucodonozor aprendeu a lição do céu: “Deus é o único Senhor!”
À Deus a honra, a glória e o louvor para sempre.
Deus é Senhor da sua vida, teu Rei e Soberano!
Ele te dará o céu, porque, Jesus já te salvou, te tirou da condenação eterna e te deu vida eterna.


Um dia Jesus voltará e os crentes que já morreram, não se preocupem, Ele nos ressuscitará em grande glória e triunfo. A ressurreição será para todos que já morreram.
Quanto aqueles que estiverem vivos, mediante, a sua volta triunfal, Ele os arrebatará e irá se encontrar com Ele e os santos anjos no meio das nuvens.
Depois disto, o mundo passará por sete tempos, que são sete anos, após o Senhor arrancar a sua Igreja da terra, levada pelo Espírito Santo para junto do Pai – Deus o Senhor e Poderoso - e com Ele viveremos para sempre.
O soberbo Anticristo dominará por sete anos, enganará a muitos, todos deverão ter uma marca, adorarão a sua imagem e o terão como um deus. Mas uma coisa precisamos saber, que a nuvem de Deus nos cobrirá, passaremos acima da grande tribulação e o dano o Senhor haverá de nos livrar, se tão somente nEle crê. O avivamento veio na Babilônia, virá também a nós!

Mas um conselho darei, caso, alguém fique para trás, ainda, há uma chance, porque Deus não quer que ninguém se perca, nem mesmo para o terrível Nabucodonozor. Ele quer que você vá para o céu! Então, saiba: se Igreja um dia sumiu, há tumultos, um caos total e os salvos já não existem, lembre-se o arrebatamento aconteceu. Então o que faço? Creia que a Bíblia é verdade, o Apocalipse é real, é preferível
morrer do que ceder ao Anticristo, não receba marca, não adore imagem nenhuma, Ele não é o salvador, lembre-se disto há uma chance para mim agora na grande tribulação, se agarre a ela, são sete anos que vão se passar ... Sete tempos, e depois disto, você adentrará pelos portões eternos celestiais em glória com Jesus.
Receba Jesus em seu coração! Entregue a sua vida a Ele! Dê a Deus a glória e o louvor para sempre! A sua alma e o seu espírito, deixe o Espírito Santo derramar graça e salvação. Deus é maior! Deus é maravilhoso e glorioso. Nada sou, mas Deus é tudo!

Amém!!! Amém!!!

 
 

Copyright © 2001-2007 Igreja Batista em Milionários - All rights reserved.
Rua Santa Alexandrina, 573 - Milionários - Belo Horizonte - CEP 30620-830 - MG - Telefax.:(31) 3321-7894

" Toda honra, toda glória e todo louvor seja dada ao nosso Deus "

webdesign