1

Pastora Marli de Oliveira Santana 

       

Tema:  Por Quem Bate Forte o Seu Coração

Texto: Cantares 5: 4

“O meu amado meteu a mão pela fresta da porta, e as minhas entranhas estremeceram por amor dele.” - Cant. 5: 4

A Bíblia diz que do coração procedem as fontes da vida.
É do coração que brota também todo o nosso amor por Deus.
Está escrito: “Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.” – Mat. 22: 37.

O nosso coração precisa estar em Deus!
Como a noiva anela pelo noivo e as suas entranhas estremecem de amor, assim, o nosso coração precisa bater forte de amor pelo Senhor!
Eu sou do meu amado e o meu amado é meu!
Jesus é o nosso amor maior!
Aplauda o nosso Senhor Jesus!

Jesus é o amado de nossa alma!
A vida é cheia de emoções, de fortes emoções!
Emoções grandes ... Como diz Roberto Carlos: “Grandes emoções ...” e quando nos emocionamos, a nossa pressão arterial sobe e o nosso coração dispara, acelera, bate forte.
Não somos Roberto Carlos, mas, vivemos grandes emoções.

Na minha vida tive e ainda tenho grandes momentos, momentos emocionantes em que o coração parece que vai sair pelo boca de tão forte que ele bate no peito.
Uma das grandes emoções na minha vida, ainda na minha infância foi quando aos 11 anos me tornei tia, nasceu a minha primeira sobrinha – “Simone.” O meu coração ficou tão feliz, ....

que não conseguia me agüentar de ansiedade para ver a minha sobrinha – eu titia aos 11 anos, que emoção! Depois a emoção de casar, o grande dia de uma mulher, subir ao altar para viver com a pessoa que dividirá a sua vida até que a morte os separe, ainda hoje me lembro das emoções daquele dia e como meu coração bateu descompassado.

Dois anos mais tarde a emoção de ser mãe, como foi emocionante, o dia em que o “Silas” nasceu; como foi esperado este momento: ser mãe!
E esta emoção tocou forte novamente o meu coração, cinco anos mais tarde, quando nasceu o “Vinicius.” O meu coração bateu forte e acelerado era como se eu fosse marinheira de primeira viagem. Emocionante! Feliz!
É assim! Tudo muito forte e lindo!
Corre sangue em nossas veias, somos humanos, temos sentimentos, emoções, a vida nos prepara estes momentos valiosos mas, também, momentos em que o nosso coração se sente triste, desesperado, aflito, angustiado e sem esperança. Porém, uma coisa jamais devemos nos esquecer:
“O Senhor cuida de nós e Ele nos ama!” Glória a Jesus! Aplauda!
Jesus nos ama e cuida de nós!
O Senhor sonda e conhece o nosso coração completamente! Aleluia!
“Sobre tudo o que se deve guardar guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”

Escreveu o sábio rei Salomão em Provérbios Cap. 4 verso 23.
Deus nos permite viver nesta terra e desfrutar das coisas desta vida, como amar a nossa família, ter alegria, prazer, ter casa, carro, como também, estudar, trabalhar e é Ele que nos dá vigor para fazer tudo isto, mas resta saber quem é o primeiro lugar na sua vida. Quem é o numero 1?

O nosso coração bate forte quando o nosso time joga e quando faz o gol e aí tudo é o máximo, então.
Ou quando seu filho ou sua filha faz algo admirável, aí seu coração dispara que quase sai pela boca de tanta alegria. Ou quase explodimos de tanta alegria quando conquistamos os bens da terra, algo que realmente queríamos, aí ficamos extasiados, deslumbrados e choramos.
Será por que o nosso coração não bate forte na mesma intensidade ou até mesmo mais forte ainda pelas coisas santas do Senhor, do reino de Deus?
Por que quando estamos na Sua casa somos tão comedidos e até mesmo frios e distantes?
Por que não temos a mesma paixão e tudo é medido, difícil, é 2° plano?

Jesus tem que ser o nosso amor maior, nossa paixão eterna, o motivo do nosso louvor, da nossa adoração, da nossa entrega, do nosso entusiasmo, do nosso esforço, do nosso sacrifício, de nossa alegria, do nosso júbilo, de nosso sorriso, de nossas lágrimas, tudo é Jesus, Jesus é tudo! Aplauda!
Jesus quer ser o dono do seu coração!
Jesus quer ser Senhor e Rei da sua vida Glória a Deus! Quem é apaixonado pelo Senhor, diga amém e dá um aplauso.
Tem pessoas que dizem assim:
“Deus não quer emoção, por que emoção passa.” É verdade!
Não podemos viver momentos de emoções, mas, temos que ter um coração apaixonado, que tenha prazer em estar na presença de Deus, um coração que não seja guiado pelas circunstâncias: “Se eu estou bem, eu pulo, eu danço, eu grito. Se não vai bem, então, nada mais faz sentido para mim, inclusive, Deus.” Deus não é o nosso amuleto da sorte, Deus é a nossa sorte, o nosso amado, a nossa razão de vivermos! Aleluia!
Temos que ser como o rei Davi que amava a Deus acima de tudo e de todos, o seu desejo mais profundo era pelo Senhor, sua alma queria
Deus mais do que tudo, como uma corça que suspira pelas correntes das águas. Davi disse: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?” “Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor.”
Salmo 42 verso 2 e Salmo 122 verso 1.
Isto é paixão, desejo ardente, é amor, é coração bater forte pelo Senhor.

Um coração que ama de verdade, não é um coração fogo de palha, de paixão passageira, mas, é fogueira de amor que nunca se apaga, jamais!
Aleluia! Deus ama você e o amor de Deus nunca se acabará, porque, o seu amor é eterno, é fogueira de amor, as estranhas do Senhor se estremecem ainda hoje por nós! Aleluia! Aplauda!
Não importa o que possa acontecer ou o que esteja acontecendo, adore o Senhor, exalte, glorifique, nada poderá mudar esta verdade:
“Ele sempre será Deus!” Aleluia!
“E Deus ama você!” Aplauda o Senhor!
Paulo e Silas, presos numa masmorra, acorrentados, foram açoitados com varas por causa do nome do Senhor e por volta da meia-noite em meio aquela dor, eles começaram a orar e a cantar louvores a Deus e as cadeias se romperam, um terremoto sacudiu os alicerces da prisão e o carcereiro creu no poder de Jesus Cristo e toda a sua casa. Glória a Deus! Aleluia!
Escreveu o Dr. Lucas em Atos Cap. 16.
Um coração apaixonado pelo Senhor não se apega à murmuração, mas, se apega a adoração e O adora.
Corações apaixonados faz cadeias se romperem e faz o milagre acontecer!
As nossas entranhas tem que se estremecer de desejo, de amor, de paixão pelo nosso noivo – Jesus!
O coração e o intelecto são a fonte da vida! Se esta fonte for venenosa, a melhor parte da vida está perdida.
E o Livro que nos manda guardar o coração, é a carta Magna de um Pai bondoso e amável.

Deus nos quer bem, Ele é o nosso amigo verdadeiro!
Alguém disse que não podemos evitar que os pássaros voem sobre nossas cabeças, mas, podemos impedir que eles façam ninhos sobre elas.
Assim não podemos evitar que os pensamentos e desejos maus entrem no nosso coração, mas, podemos impedir que permaneçam nele.

Guarde a fonte de sua vida, guarde o seu coração em Jesus! As fontes e os poços do Oriente eram preciosidades tratadas com cuidado especial. Tapava-se cuidadosamente com uma pedra a boca da nascente, de maneira que a expressão “uma nascente fechada” ou uma “fonte selada” tornou-se característica para tudo que era guardado com mais cuidado, com maior zelo. Assim é o coração, ele é a fonte de onde procedem todas as nascentes da vida, como diz o sábio Salomão. como está o teu coração?
Em Apocalipse Cap. 3: 16, o Senhor nos fala: “Conheço as tuas obras, que nem és quente, nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca.”
Temos que ter o fogo do Espírito Santo em nós! “Aviva, a tua obra, Senhor” assim clamou o profeta Habacuque:

“Tenho ouvido, ó Senhor, as tuas declarações, e me sinto alarmado, aviva a tua obra, ó Senhor, e no decurso dos anos faze-a conhecida.”
Hab. Cap. 3: 2. Que venha avivamento!
Uma pessoa sentiu-se mal e foi levada ao Pronto-socorro.
Os médicos diagnosticaram que seu coração não estava batendo, mas vibrando. Parte do sangue circulava

no coração criando a possibilidade de formar um coágulo e provocar uma isquemia cerebral. Para reanimar o coração e fazê-lo voltar ao normal, os médicos usaram um desfilibrador, um aparelho que aplica um choque elétrico ao coração. A crise dessa pessoa e suas conseqüências nos fazem compreender o pedido de Habacuque a Deus dizendo: “Aviva a tua obra, Senhor!”

O profeta entendeu que podemos esfriar o que é de Deus em nós.
Podemos não render os frutos que Deus espera. Tal como uma brasa encoberta pelas cinzas, podemos tornar morno o calor de Deus em nós.
Podemos impedir que a vida de Deus circule em nossas vidas. Tal como o coração dessa pessoa podemos até vibrar com que ouvimos de Deus, mas estamos a beira de uma isquemia espiritual. Como um tratamento médico, precisamos de um choque divino, uma sacudida dada por Deus, para que caia do nosso coração, da nossa mente e do nosso bolso tudo o que impede a plena circulação do amor divino. Ouça a voz de Deus na Palavra: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti.” Efés. 5: 14.

Saia só da vibração e venha viver de verdade e intensamente este amor precioso. Fuja das fantasias e das ilusões! Fuja dos movimentos vazios e comprometa-se com os desafios do Evangelho e do Corpo de Cristo, a Sua Igreja. O sopro de Deus aviva as brasas do Seu amor em nós! Amém!
O Senhor é o semeador que semeou a Sua Palavra. A semente é a Palavra, a terra é o nosso coração.

Não podemos deixar que o nosso coração seja uma terra em que a semente fica na superfície e o diabo venha roubar o nosso amor a Deus.
Ou então, não permita que seu coração seja uma terra pedregosa, onde a semente não cria raiz e não fique bem firme, onde as tentações da vida, nos tire do foco: A Fé! E nem tampouco o nosso coração fique confiado nas riquezas deste mundo que tudo passa.

Temos que dar o fruto perfeito de nossa fé ao Senhor!
Que o nosso coração seja a boa terra, que ouve a Palavra do Senhor e a conserva no coração. Lucas cap. 8.
Um coração que conserva esta Palavra poderosa se estremece de amor por Jesus Cristo e gasta sua vida para Ele.
Houve um jovem que certa vez encontrou-se com Jesus e perguntou:

“Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?”
Jesus replicou: Sabes os mandamentos ... e citou alguns para aquele jovem.
E o jovem disse a Jesus: Tudo isso tenho observado desde a minha juventude. Mediante a isso, Jesus foi no coração do jovem e lhe revelou:
“Falta-te uma coisa: Vai e vende tudo que tens, dá aos pobres e terás um
tesouro no céu, depois vem e segue-me.” Mas ouvindo ele estas palavras, ficou muito triste, pois era riquíssimo.
Lucas 18: 18 a 23. O coração deste rapaz estava preso na sua riqueza.
O que dava motivação e impulsionava a sua vida era a sua riqueza na terra.
Jesus queria que ele fizesse uma troca de amor no seu coração. Queria que ele amasse mais a Deus do que o dinheiro que tinha, seu tesouro maior.
Temos que esconder o nosso coração em Deus. Deus é o nosso refugio!
Pedro negou a Jesus e pensou que tudo estava acabado, porém, com um coração arrependido, mas, que falhou não foi rejeitado. Logo após Jesus ressuscitar foi ao encontro de Pedro a beira do mar da Galiléia, quando este pescava com os outros dez de Jesus.

Jesus aparece e pergunta a Pedro:
Pedro, filho de Jonas, tu me amas?
E por três vezes Jesus pergunta e por três vezes Pedro afirma seu amor por Jesus. Se por três vezes Pedro havia negado a Cristo, por três vezes Simão Pedro confessa este amor verdadeiro, sendo anulado no reino do espírito qualquer escrito de divida de Simão Pedro, qualquer resquício de traição.

O coração de Pedro batia forte por Jesus Cristo! Mesmo em meio a vergonha, ele diz a Jesus: Eu te amo!
O coração deste grande homem batia forte por Jesus e Deus o usou tremendamente e se tornou um dos maiores apóstolos pregando o evangelho aos perdidos. E com o coração apaixonado morreu em Roma pelo Senhor! E você? Por quem bate forte o seu coração? Amém! Amém!

 
 

Copyright © 2001-2007 Igreja Batista em Milionários - All rights reserved.
Rua Santa Alexandrina, 573 - Milionários - Belo Horizonte - CEP 30620-830 - MG - Telefax.:(31) 3321-7894

" Toda honra, toda glória e todo louvor seja dada ao nosso Deus "

webdesign