1

Pastora Marli de Oliveira Santana 

        

Tema:  Simplesmente; o Maior

Texto: I Samuel 5: 1 - 7

Este episódio nos fala do poder inigualável do nosso Deus, o Deus único e verdadeiro.
O nosso Deus é único, verdadeiro, poderoso, glorioso, majestoso, maravilhoso e santo!
Aleluia! Aplauda o Senhor! Louvado seja Deus!
Confesso que quando leio esta passagem bíblica fico maravilhada em saber que o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó é simplesmente o maior, o Deus de Moisés e de Josué, o Deus dos profetas, o Deus de Davi e de Samuel, o Deus que apareceu a Salomão e o Deus que falava na virada da tarde no Jardim do Éden com Adão e com Eva, o Deus de Abel e de Sete, o Deus de Noé e sua arca, é também o Deus da Igreja, Ele é o meu Deus, Ele é o seu Deus, Ele é simplesmente o maior. Aleluia!
Ele é o maior! Aplauda o Senhor! Glória a Deus!
Ele é o Deus do universo, Criador e Senhor!

A Arca de Deus que representava a Sua presença estava em um lugar onde não era para estar.
E por que estava ali?
Esta é a pergunta: Por que a Arca do Senhor estava num lugar onde não deveria estar?
Por que ela foi parar ali?
Quando a Arca foi tomada pelos filisteus, o profeta da época, era o sacerdote Eli. E Eli já estava velho e Eli tinha dois filhos: Hofini e Finéias.

Estes dois filhos do sacerdote Eli procederam mal diante do Senhor, pois, eles desprezavam as ofertas oferecidas diante do Senhor Deus e cometia pecados sem o temor a Deus em seus corações.
Eli que era o pai, o sacerdote e o profeta; nada fazia para corrigir os seus filhos do erro, não os repreendia, mas, Eli passava a mão na cabeça de seus filhos, fazia vista grossa e as coisas só pioravam, ele já estava velho, sem forças e sem comando.
Eli chegou certa vez até conversar com seus dois filhos, os aconselhou, mas, não ouviram a voz de seu pai e Deus se irou com estes dois rebeldes.

Também Eli nada fez para mudar a situação e tudo continuou do mesmo jeito e assim nesta época a lâmpada do Senhor não estava acesa, não havia visão manifesta ou seja Deus não falava ao profeta Eli, pois, este permitiu que a glória do Senhor se apagasse de Israel.
Então, houve uma guerra, Israel saiu para pelejar contra seus inimigos ferrenhos, os filisteus.
Nesta batalha os filisteus feriram quatro mil homens de Israel e estes perderam a guerra.
O povo voltou ao arraial e disseram aos anciãos de Israel: Por que nos feriu o Senhor hoje diante dos filisteus? Tragamos de Siló a Arca do Concerto do Senhor, e venha no meio de nós para que nos livre das mãos de nossos inimigos.

É o que está escrito em I Samuel cap. 4 verso 3.
E o povo foi a Siló e trouxeram de lá a Arca do Senhor, e os dois filhos de Eli, Hofini e Finéias, estavam com a Arca do Concerto do Senhor e vindo a Arca, o povo jubilou com tanta intensidade que a terra estremeceu, os filisteus quando viram isto se atemorizaram, e disseram:
“Estes são os deuses que feriram aos egípcios com todas as pragas, então, esforçai-vos, sede homens, ó filisteus, para que porventura não venhais a servi os hebreus como eles serviram a vós, sede pois homens e pelejai.” I Sam. 4: 8 - 9
E os filisteus pelejaram e Israel foi ferido e fugiram cada um para a sua tenda, e foi tão grande o estrago que caíram trinta mil homens.

E assim foi tomada a Arca de Deus, a Arca da Aliança e mais: “Os dois sacerdotes também morreram, Hofini e Finéias, os filhos de Eli.”
A Bíblia diz que um homem conseguiu escapar e correu da batalha, um homem benjamita e este chegou no mesmo dia a Siló, e este benjamita veio com roupas rasgadas e terra sobre a cabeça, e quando ele chegou, Eli estava assentado sobre uma cadeira, vigiando ao pé do caminho, porque o seu coração estava apertado pela Arca de Deus, pois, quando aquele homem da tribo de Benjamim anunciou o que aconteceu toda a cidade gritou, e Eli que já estava cego, ouvindo o grito do povo ficou intrigado e perguntou que voz de alvoroço era aquela.

E aquele homem veio e anunciou ao sacerdote Eli, o homem de Deus, tudo o que havia acontecido e Eli já tinha 98 anos, seus olhos já não podiam ver, então, o benjamita dissera a ele que seus dois filhos morreram, a derrota foi inevitável e que a Arca do Senhor tinha sido tomada, aí, quando Eli escuta sobre a Arca de Deus, Eli caiu da cadeira para trás e quebrou o pescoço e morreu, pois, Eli já era velho e ainda era gordo, era pesado.
Naquela mesma hora a nora de Eli, a mulher de Finéias, grávida e próxima ao parto ao ouvir tudo o que acontecera, que a Arca foi tomada, de que seu marido e seu sogro estavam mortos, encurvou-se e deu a luz, nascendo um menino, e diante da agonia e do sofrimento pelo qual passava, colocou o nome do menino de Icabô que significa: “Foi-se a glória de Israel” e ela não suportou e também morreu.
Meus irmãos, a Arca é a presença de Deus em nossas vidas e quando a presença de Deus não está em nós nada tem sentido e nada tem valor. A presença de Deus dá sentido a vida da gente e tudo tem valor!

Tudo isto aconteceu, toda esta tragédia, porque, o profeta falhou, seus filhos falharam, a Arca não era para ir à guerra como se fosse uma espécie de amuleto da sorte, andando de um lado pro outro, a Arca tinha que estar em Siló, mas, eles agiram conforme a sua mente, não de acordo com a vontade de Deus, não buscaram o Senhor, não perguntaram a Deus o que fazer, não oraram, não se quebrantaram diante de Deus, eles fizeram tudo conforme o seu coração e trataram a Arca como simples amuleto da sorte. A presença de Deus é mais do que isto, é mais do que um amuleto, mais do que sorte, não é como a lâmpada do Aladim, não é um gênio feitor de vontades humanas, Deus é Deus.

Deus é o Todo-Poderoso, Senhor Absoluto, Magnífico Rei, Pai Eterno, Dono do céu e da terra, Deus de Glória, Majestade Santa ...
Aleluia! Aplauda o Senhor Deus de glória e louvor!
Amém! A presença de Deus é tudo! Glória a Deus!
Eli não aprovava a atitude de seus filhos, porém, foi omisso.
Eli não aprovava a saída da Arca da Aliança de Siló e por isso ficou com o coração apertado e aflito.
Lembre-se: O texto sagrado diz que Eli ficou assentado a beira do caminho com o coração angustiado não porque seus filhos foram a guerra, mas, o coração apertado de Eli era por causa da Arca de Deus que lá estava.

A obediência e o amor a Deus, faz a Sua luz brilhar em nós, faz com que ouçamos a Sua voz e que Ele manifeste em nós a Sua glória, portanto, temos que valorizar a Arca, a presença de Deus em nós, ainda que seja custoso, penoso, difícil, porém, é precioso ouvir e obedecer a Deus.
A visão da glória de Deus será manifesta em nós!
Amém! Aleluia! Dá um glória a Deus! Aplaudi!
Quando não ouvimos a voz de Deus, perecemos.
Foi exatamente isto que aconteceu com o povo de Israel, não ouviram, não obedeceram e por isso foram derrotados e pereceram na guerra.

Chegamos aqui, neste ponto e vimos todas estas seqüências de erros e a Arca foi levada de Ebenézer (a terra de Israel) á Asdode (cidade dos filisteus) e veja que absurdo, que afronta, os filisteus colocaram a Arca do Deus Todo-Poderoso no templo de Dagom, que era o deus nacional dos filisteus, representado com cabeça e braços de homem e a parte inferior do corpo era de peixe. Este deus falso dos idólatras filisteus tinha templos consagrados a este Dagom em Gaza, Asdode, Ascalom, Gate, Ecrom e em todas os lugares onde os filisteus ergueram cidades, os inimigos de Israel.

O inimigo é teimoso, é cabeça dura, insistente, pois, foi neste templo de Dagom em Gaza que o homem mais forte do mundo, Sansão, recobrou as suas forças novamente e derrubou com seus braços o templo de Dagom e matou mais filisteus no dia da sua morte do que na sua vida de acordo com Juízes Cap. 16: 21 - 30
Agora estavam eles de novo querendo afrontar a Deus, trazendo a Arca do Concerto para ficar em um lugar profano e enfiaram a Arca no templo de Asdode junto a Dagom e de madrugada no dia seguinte, a Bíblia diz que eles foram ao templo e ... é até engraçado ...

eles acharam Dagom caído com o rosto em terra diante da Arca! Aleluia! Dê um brado de júbilo!
Dagom prostrado diante da Arca de Deus!
E mais: Tinha a cabeça, as palmas das mãos cortadas sobre o limiar, somente o tronco da estátua do falso deus ficou e ainda a mão do Senhor se agravou sobre os filisteus que moravam em Asdode e os feriu, os feriu com tumores e, ... até muito cômico ... Está escrito que feriu o Senhor os de Asdode e seus termos com tumores nas partes secretas ou seja todos foram acometidos de hemorróidas. Deus os feriu com hemorróidas, de Deus não se zomba.

Então disseram: “Não fique conosco a Arca do Deus de Israel, pois, a sua mão é dura sobre nós e sobre Dagom nosso deus.” I Sam. 5: 7.
Não há Deus como o meu Deus e o seu Deus!
O nosso Deus é maior! Louvado seja o seu nome!
Não há um deus sequer que os homens possam criar ou imaginar, jamais poderão estar na mesma posição que o nosso Deus, pois, quem é Deus, senão o Senhor? E quem é rochedo senão o nosso Deus? É o que diz o cântico de Davi em II Sam. 22: 32. Ninguém é como o Senhor, ninguém ... Não há no céu, não há na terra, não há no mar .... Não há ninguém como o nosso Deus .... Aleluia .... Simplesmente, Ele é o maior! Deus é maior! Dê brados de vitória!
Deus é maior, simplesmente, o maior! Aplaudi!
Toda glória seja dada ao Senhor nosso Deus, pois, não podemos viver sem glorificar este grande e poderoso nome, o nome do Senhor Deus de Israel! Louvado seja o Yaweh – Deus!
O Livro de Atos nos conta que o rei Herodes não deu glória a Deus, por isso foi comido por bichos e expirou, quando vestido de vestes reais e assentado no tribunal começou a falar ao povo com um discurso eloqüente a ponto do povo que O ouvia ficar admirado e exclamar:

“Voz de Deus e não de homem.” - Atos 12: 23.
Herodes gostou, envaideceu, e, na sua soberba recebeu esta glória, e Deus não divide a Sua glória com ninguém, pois, não há Herodes, não há Dagom, não há Baal, não há Preto Velho, não Exú-Caveira, não há demônio, não há Lúcifer, não há diabo algum que possa com o nosso Deus, não há outro maior do que Deus, Deus é maior ... Simplesmente, o maior!
Aleluia! Glória a Deus! Aplauda o poder de Deus!
Sabemos que Lúcifer quis desbancar Deus de Seu trono soberano, porém, veio o arcanjo Miguel e O expulsou do céu, então, aquele
que era um ser tão belo, brilhante, o querubim ungido, estava no monte santo de Deus, andava no meio das pedras afogueadas, como diz profeta Ezequiel no cap. 28 dos versos 11 a 19, este ser se tornou um espanto, trevas, o mal, o anjo caído, diabo e satanás.
E todos que se levantam no espírito de Lúcifer cairá, em nome de Jesus!
Quem poderá resistir o braço forte do Senhor?
Agindo Deus quem impedirá?
Falou o Senhor e não acontecerá?
Quem poderá abrir a porta que Deus fecha ou quem poderá fechar a porta que Deus abre?

A morte pode vencer a Deus? Não! Não pode!
Deus é Senhor da morte, da vida, dos anjos, do céu, da terra, dos homens, do inferno, dos demônios, de tudo e de todos! Aleluia! Aplaudi!
Deus é maior – Guarde isto no seu coração!
A nossa confiança tem que estar em Deus!
Só Deus e somente Ele pode nos livrar, nos proteger, nos abençoar, nos prosperar e nos dar vida longa na terra, a vida é Deus que dá.
Confia, ó Israel, no Senhor seu Deus!
Confia IBM no Deus de sua salvação, Ele é o seu refúgio e fortaleza, socorro bem presente no dia da angustia, pelo que não temeremos ainda que a terra se mude, ainda que os montes se transportem para o meio dos mares, ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo, Deus está no meio dela, não será abalada; Deus ajudará ao romper da manhã.” Amém! Sal. 46: 1 – 4.
Se você está com Deus, se Ele é o único Deus na sua vida, você está seguro, protegido e terá para sempre a Sua glória! Aplauda ao Senhor!
O brilho da luz da glória de Deus estará em você!

É um perigo, você querer medir força com Deus!
É um risco, você querer ser maior do que Deus!
Não brinque com Deus, de Deus não se zomba!
Não O desafie, não O provoque, não O enfrente, todos que fizeram isto se deram mal, veja alguns exemplos: Os construtores do Titanic disseram: Nem Deus pode afundar este navio.
Na primeira viagem, veja: na primeira viagem, um iceberg rasga o casco do Titanic na noite de 14 para 15 de Abril de 1912 e hoje o famoso navio repousa no fundo do Oceano Atlântico, naufragou contestando os homens, Deus afunda o navio que Ele quiser – Não O desafie!

John Lennon, o líder dos Beatles, famosa banda inglesa, chegou a dizer certa vez:
“Nós somos mais famosos do que Jesus Cristo.”
E aí, o que aconteceu?
Os Beatles acabou, se separaram e John Lennon foi morto na porta de sua casa em Nova York por um fã. Parece ser irônico, mas, Deus é Deus, nenhum braço de carne poderá vencê-lo.
E do grande líder das Diretas Já, o mineiro de São João Del Rey, Tancredo Neves ao vencer as eleições para presidente do Brasil, pondo fim a ditadura militar, iniciando a democracia brasileira insanamente, disse certa vez:

“Nem Deus o tiraria da presidência da republica.”
Tancredo Neves ganhou as eleições, foi eleito presidente do Brasil, mas, jamais subiu a rampa do Planalto, jamais se sentou na cadeira presidencial, morreu antes, acometido de uma enfermidade, morreu em 21 de Abril de 1985.
Todos estes homens desafiaram a Deus, esqueceram que eram meros mortais.
Se fazemos alguma coisa nesta vida para a nação, para a família ou para nós mesmos é porque Deus nos permite, nos concede o fôlego da vida, pois, é Ele que tem o veredito final.
A palavra final desta vida está com Deus!

O Apóstolo Tiago fala que somos como a erva do campo que de manhã está formosa, mas, vem o sol, seca-se, a flor cai e a formosa aparência do seu aspecto perece, na verdade, nada somos sem Deus, nada podemos sem o Senhor e nada seremos se o Senhor não nos abençoar.
Temos que enfrentar a realidade da fragilidade de nossa carne, em contraponto, o poder do Senhor nosso Deus, Criador do céu e da terra.
Deus manda, ordena e cabe a nós obedecê-Lo, reverência-Lo, pois, Ele é Deus grande, santo, maravilhoso, majestoso, gracioso, excelso, magnífico, soberano, poderoso, imortal e muito mais que tudo que eu possa vir a expressar, Ele é o melhor, Ele é o maior, pois, não há Deus tão grande como o nosso Deus! Aplauda o Senhor!
Dagom caiu diante da Arca do Senhor, com o rosto em terra, se curvou.
Na primeira vez os filisteus levantaram a estátua, a imagem de seu falso deus e o colocaram em pé novamente. Porém, no segundo dia, Dagom está de novo caído, humilhado, ultrajado, despedaçado, pois, no limiar perdeu a cabeça e seus braços. A Bíblia diz que sua cabeça e suas mãos foram cortadas, foram separadas e Dagom não tinha poder sequer para se manter de pé , intacto, nem isto sequer, diante da Arca do Deus de Israel. Aleluia! Dê glória a Deus!!!
O Salmista escreve no Salmo 115, o seguinte:
“Tem mãos, mas, não apalpam. Tem olhos, mas, não vêem. Tem nariz, mas, não cheiram.
Tem ouvidos, mas, não ouvem. Tem pés, mas, não andam. Nem som algum sai da sua garganta, tornem semelhantes a eles todos os que fazem e todos os que neles confiam.”
Certa vez, o rei da Síria Ben-Hadade, afirmou:
“O Deus de Israel é Deus dos montes e não dos vales.” E os siros perderam a guerra nos vales.

E quando guerrearam nos montes os siros perderam e quando guerrearam nos vales, os siros perderam, então, disse o Senhor:
”Porquanto os siros disseram que o Senhor Deus é Deus dos montes e não dos vales, toda esta grande multidão entregarei nas tuas mãos, para que saibas que Eu sou Deus.” I Reis 20:28
O meu Deus e o seu Deus é Deus dos montes e é Deus dos vales, é Deus dos mares, Deus dos desertos, Deus das florestas, Deus do universo, Deus do cosmo, das estrelas, das galáxias e tudo que existe, seja no céu, seja na terra, sua voz poderosa ecoou e tudo veio a existir, quão
poderoso Ele é; e disse: “Haja” .... e tudo veio a existir. Haja isto, haja aquilo e tudo que Deus falava existia, ... Eta Deus grandão, sô!
Deus é demais! Este é Deus! Aplaudi o Senhor!
Deus é Deus em todo o lugar, forte e poderoso nas batalhas!
O Deus de Elias no Monte Carmelo veio com fogo e glória para consumir o holocausto, e o fogo de Deus consumiu o holocausto, a lenha do altar, as pedras do altar, a água que estava no rego ao redor do altar, tudo foi consumido e os profetas de Baal foram envergonhados diante do único e verdadeiro Deus, o Deus de Elias.

Elias carregava no peito a Arca do Senhor seu Deus e a glória do Senhor desbaratou os inimigos, os 450 profetas de Baal gritaram, se cortaram, fizeram barulho e nada.
Baal não podia ouvir, então não podia responder.
Baal não poderia ver, não poderia andar, nada poderia fazer, é falso, era idolatria, uma mentira, não era Deus, não haveria fogo, não haveria resposta, não haveria vitória, mas, somente vergonha, derrota, fracasso e morte.
Todos os 450 profetas de Baal morreram naquele dia, então, o povo de Israel, gritou:
“Só o Senhor é Deus, só o Senhor é Deus!”

Baal não pode responder com fogo!
Dagom não pode sequer ficar em pé!
Mas o nosso Deus veio com fogo, veio com glória, veio com poder, unção, autoridade e ninguém pode resistir, até os demônios se curvaram diante de Jesus quando Ele por aqui passou e gritavam: “Tu és o Santo de Deus!”
Aleluia! Aplauda a Jesus! Deus é maior! Simplesmente, Deus é maior!
Milhares de pessoas se dobrarão diante do Deus verdadeiro! Ame a Deus! Somos casa favorita de Deus! Carregamos dentro dos nossos corações a Arca do amor de Deus! Amém!!!

 
 

Copyright © 2001-2007 Igreja Batista em Milionários - All rights reserved.
Rua Santa Alexandrina, 573 - Milionários - Belo Horizonte - CEP 30620-830 - MG - Telefax.:(31) 3321-7894

" Toda honra, toda glória e todo louvor seja dada ao nosso Deus "

webdesign